domingo, 21 de fevereiro de 2010

Reflexão***

Desfazer-se da vida
já é tentar aliviar
Esquecer a ferida
Não mais sentar e voltar

E quando já não se sabe
Onde foram se perder
o tanto que nem cabe
o pranto do amanhecer

Mas o tempo não deu
resta aquela imensidão
sem saber o que é seu
empresta essa solidão?

Ou desapareça na fumaça
Daquilo que diz a razão
E esqueça o que se passa
Fazendo planos no verão

Um comentário:

Mari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.